Posts Tagged ‘vida

15
dez
08

E então!

Por esses dias estava eu pensando e analisando como as pessoas tem jogado sua vida fora, não feito nada para mudar a si mesmo, o mundo, as coisas que o cercam que podem estar erradas. E conversando em casa, com minha esposa, estavamos falando sobre como nos preocupamos demais com coisas que não podemos controlar, mas vemos acontecer, e de alguma maneira isso nos afeta e chateia.

Conversando chegamos a conclusão que às vezes nos preocupamos demais, com coisas que podem nem acontecer, com as coisas que acontecem a nossa volta, com as pessoas que gostamos, e até daquelas que não gostamos. Estamos sempre preocupados com a família, amigos, negócios, dinheiro, economia, mas o que estamos ganhando acumulando tantas preocupações? Cheguei a conclusão que só dor de cabeça, só mais stress, mais fuga de energia.

Comecei a ponderar em questões como “E se eu perde o emprego?”, e em vez de ficar gerando dor de cabeça pensando em como seria, pensei “E então! Se eu perder o emprego, vou ter que procurar outro, quem sabe não aparece um melhor”, “E se este mês não conseguir pagar a parcela do apartamento? E então, vou ter que correr atrás do prejuízo.”. O ponto ai é, em vez de eu ficar pensando no que pode ou não acontecer, que tal me preocupar quando acontecer e se acontecer. E tenho certeza que ainda posso sair fortalecido de uma situação dessas.

Então essa semana, com essas ponderações na cabeça, essa semana aconteceu aqui na empresa um evento sobre ser positivo, ter o pensamento positivo. Fato que me ajudou a ponderar mais ainda, sempre fui uma pessoa negativa por natureza, mas isso vem mudando, porque eu descobri o poder de pensar positivo, sempre pensei assim analisando meu passado, mas nunca admiti a mim mesmo, preferia ser “crítico” e o que ganhei com isso… nada.

Pensando positivo vamos pra frente, é fato, e gostaria de compartilhar um pouco da minha vida para exemplificar um pouco disso. Nos meus 17 anos, hoje estou com 31 anos, passei num vestibular, numa faculdade longe de casa, e sou de origem humilde, meu pai não tinha como me bancar, e ele deixou claro isso, mas isso não me derrubou não, pelo contrário, eu lutei pra conseguir bancar república, faculdade, alimentação e meus pais sempre me ajudaram no que foi possível, e saldo da história, me formei, entrei para o mercado de trabalho. E se eu não tivesse pensado positivo, tido coragem, não teria conseguido, é fato.

Eu simplesmente encarei e lutei, eu acreditei que podia, e se tivesse ficado pensando, “e se não tivesse dado certo?”, então eu teria voltado para a casa de meus pais e tentado denovo. Mas se tivesse deixado esses pensamentos me influenciar não teria chegado onde cheguei.

E depois então, veio a oportunidade de trabalhar aqui em São Paulo, confesso que o medo de vir para cá era grande, mas novamente veio o “E então!O que eu tenho a perder?”, nada, só ganhei com essa experiência, não só no campo profissional, poder serguir uma carreira em uma boa empresa, mas também os amigos, e conquistas que tive aqui em São Paulo, mais uma vez, coragem de encarar novos desafios.

Mesmo quando conheci minha esposa. Sim, foi pela Internet, ela morava no Rio Grande do Sul, e eu aqui em São Paulo, e mesmo assim encarei o desafio de conhece-la e hoje estou casado com a mulher da minha vida.

Ano passado, descobri um problema no fígado, devido a maus hábitos de vida, e tinha duas opções na minha frente, deixar como está e perder o fígado, ou correr atrás do prejuízo. E então! eu escolhi mudar meus hábitos, me alimentar de maneira correta, praticar exercícios. Encarei o novo desafio com força de vontade, com o pensamento positivo de que eu ia melhorar e voltar ao normal. E voltei, e consegui.

E eu lhe digo, qual é o meu segredo? Primeiramente acho eu, muito trabalho duro, garra e um pouco de coragem para encarar o novo. E aprendi um pouco mais ainda, em todos os sucessos, havia o pensamento positivo, sempre que não houve o positivismo, houve um tropeço.

Sempre meio que me escondi numa mascara de pessimismo e negativismo, sendo uma pessoa ranzinza e às vezes muito crítica, talvez por vergonha de ser um pessoa positiva, e mesmo no fundo sendo uma pessoa positiva. Mas o que eu ganhei com isso? aborrecimento, e dor de cabeça, perdi algumas amizades. Por isso decidi depois de avaliar, e muito as coisas, ser uma pessoa positiva. Claro, ainda tenho muito o que aprender para ser uma pessoa positiva.

“E Então” o que eu aprendi já?

  • Não existe caminho fácil, e se existir desconfie, prefira o caminho longo.
  • Perceba que não tem tempo de olhar para tras pois você está vivendo o hoje e construindo seu amanhã.
  • Seja positivo e bem-humorado com as pessoas a sua volta, isso irá retornar a você.
  • Toda manhã quando acordar, decida que seu copo sempre vai estar “meio-cheio”.

Eu espero mesmo poder ser melhor a cada dia, e ajudar aos meus amigos a serem também. Nunca é tarde para você começar a trilhar um caminho novo e de sucesso. Tente, você não irá se arrepender.

Anúncios
16
jun
08

Última semana

Como vão, amigos?

Desculpem-me pelo longo intervalo sem novidades, mas temos que gerenciar nossos compromissos, nossa agenda, nossa louca vida.

Por falar em agenda, essa noite tive um sonho que me fez pensar, pensar e pensar. Era o seguinte: Eu fui ao médico com a minha mãe e ele informou que eu só tinha 1 semana de vida, devido a um fungo (sim, não sou médico e o cara do sonho disse que era um fungo :P) que estava degenerando meu corpo. Se vocês tivessem apenas uma última semana de vida, o que fariam?

Eu fiz, mesmo que em sonho, uma coisa muito estranha: comecei a preparar todos com quem eu tinha obrigações para o dia em que eu morresse. Por exemplo, no trabalho avisei ao meu coordenador que ele precisaria encontrar um novo professor dentro de uma semana. Em casa, comecei a esvaziar o meu quarto e a conscientizar meus familiares. Enfim, eu não comecei nada novo, mas concluí o que já estava fazendo.

Pode parecer loucura, mas eu acho que foi uma boa. Acredito em reencarnação, mas acho que temos que finalizar os projetos que iniciamos. Para que começar um monte de coisas novas e deixar todas sem continuidade?

Imagine se você desencarnasse hoje, quanta falta você faria ao mundo? Mesmo que seja um grande depressivo com mania de inferioridade, numa análise mais detalhada vai notar que muita coisa ficaria sem andamento sem você.

E pensar nisso (morte) não é uma coisa negativa! Ela nos cerca a vida toda, desde que encarnamos até o momento do desenlace com a matéria. É uma possibilidade constante e freqüente. E por isso temos que aproveitar a oportunidade de concluir projetos enquanto dá tempo.

Não vou me estender demais, pois estou cuidando da minha morte. Cuide da sua também.




Categorias

Calendário

fevereiro 2018
S T Q Q S S D
« jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  

Status do Blog

  • 6,214 hits
Anúncios