Archive for the 'Colunas' Category

19
jan
09

Dicas para se manter positivo

Amigos, e começou o ano, e neste ciclo continuamos os assuntos que vinhamos discutindo…

Eu nunca fui uma pessoa positivista, até a algum tempo atrás quando resolvi mudar meus hábitos, hoje eu tento viver uma vida mais positiva, deixando que a felicidade dos pequenos momentos faça parte do meu dia a dia.

Entretanto, se manter positivo não é fácil, é algo que nos desafia todos os dia, mas que depois de algum tempo começa a se tornar natural.

Com isso em mente, eu resolvi escrever algumas dicas sobre como eu tento me manter positivo, dicas que eu tento manter em mente mesmo nos momentos mais complicados.

Pensem a respeito amigos…

Então vamos, algumas coisas que temos ter em mente para permanecer positivo, especialmente quando estamos para baixo? …

Sua Saúde.

Eu adoro quando dizem “Se você não tem nada de errado com sua saúde, então você não tem problema”, eu não vou dizer que acredito totalmente nisto (eu não acredito em problemas, e sim em situações) mas definitivamente faz sentido. Quando nascemos, existe algo que nós todos temos em comum, nós vamos morrer.

Pode ser meio tétrico eu dizer isso, certamente você não deve pensar nas coisas desta maneira. Sua saúde é o bem mais precioso que você tem, e é fato isso. Não importa o carro que você está dirigindo ou quanto dinheiro você tem, eles são completamente inúteis e sem sentido quando comparados com a importância se se ter saúde e estar bem.

Quando tudo parecer conspirar contra você, lembre-se que você está vivo e saudável e ainda tem sua vida inteira pela frente. Não há nada melhor no mundo do que a benção de ser vivo.

Sempre há o dia de amanhã.

Você já deve ter ouvido isto um milhão de vezes, mas o ponto aqui é que esta é a mais pura verdade. Você pode estar se estressando um monte sobre algo, talvez ficando impaciente, e simplesmente acordar no dia seguinte e descobrir que você realmente não se importa com o “problema” mais, já pensou nisto, ou já aconteceu isso com você?

Comigo já, e foi onde eu cheguei a conclusão de que era a mais pura verdade, o dia seguinte sempre será uma nova oportunidade de rever as coisas e perceber que talvez estejamos fazendo tempestade por nada.

Por isso eu digo, lembre-se que você sempre terá o amanhã para reavaliar as coisas e mudar e melhorar as situações.

Acredite em seu potencial.

Existem pessoa neste mundo que são bilionárias. Alguém descobriu a gravidade, inventou a eletricidade e até a Internet. O você sabe qual é a sua diferença em relação a eles?

Absolutamente nada, você assim como eles são humanos.

Algumas pessoas nunca vivem seu potencial, e na maiora porque eles acreditam que sucesso e fama ou mesmo felicidade são para pessoas mais afurtanadas que eles. Você acha que Tim Berners-Lee acordou uma bela manhã e decidiu criar a Internet? de jeito nenhum. Com certeza, ele teve uma idéia de realizar algo e correu atrás para realizar aquilo que queria, ele saiu do ponto 0 e começou alguma coisa.

Você tem o potencial para ser o que quiser, nosso tempo neste mundo nos da incríveis chances e oportunidades, então não desperdice essas chance só porque você acha que não pode. Você tem as chances de mudar o mundo como qualquer um, você tem apenas que dar o primeiro passo.

Pessoas fazem milhões, salvam vidas, e você é uma pessoa, você pode fazer também.

As coisas podiam ser piores.

Lembre-se as coisas sempre podem piorar em pelo 99.9% das situações em que nos encontramos. Não importa o problema em que tenha se metido, eles podem ficar piores. Se você está se matando para pagar o aluguel, pense que ao menos você tem onde morar. Se você está se divorciando, não significa que todas as mulheres do mundo desapareceram, é apenas uma fase. A vida é abundante, então não assuma que a situação que está vivendo é a pior, porque por mais que não queiramos, as coisas podem ficar pior em níveis que às vezes nem imaginavamos.

Você vai ficar mais forte.

Eu sempre tive problemas com mudanças, mas também sempre gostei de um bom desafio. É estranho a sensação de medo ao tentar algo novo, mas é melhor ainda a sensação de conquista depois. Por exemplo, a primeira vez (e única, por enquanto) que eu pulei de um bungee jump, quando eu subi na plataforma e olhei, o pensamento que me veio a mente foi “o que eu to fazendo aqui em cima…”, mas mesmo assim superei o medo, e saltei, a sensação do salto em si, e da superação de um medo é fantástica.

“Tempos díficeis fazem você mais forte” ou variações desta frase você provavelmente já ouviu mais de 100 vezes, e sabe porque, porque é verdade. Pense nos momentos difíceis que sua vida pode ter ou já teve:

Perder o emprego
Passar por um processo de separação
Ser assaltado
Estar em um momento financeiro difícil

Se você já passou por alguns desses momentos você sabe que depois que passou o momento, que você conseguiu refletir, isso ajudou a você a se tornar forte em vários aspectos da sua vida. Agradeça pelos desafios que você tem hoje, porque no fim deles você será uma pessoa mais forte e melhor do que era no começo do desafio.

Anúncios
29
dez
08

E mais um ciclo se inicia…

E mais um ano se finda e mais um ciclo se inicia…

É amigos, mais um ano chega ao fim, mas um ciclo se encerra e outro se inicia, e sempre acabamos o ano nos perguntando sobre como foi o ano que passou, chega o Natal, oramos, passamos com aqueles que amamos, e quando chega o ano novo, vem sempre as resoluções para um ano melhor.

Você pode se questionar e achar que você foi a vítima este ano, apenas reforçando o negativismo e pessimismo em sua vida. Ou você pode se questionar de maneira melhor, e abrir sua mente para o positivismo e oportunidades para seu 2009 ser melhor e com mais qualidade do que foi seu 2008.

E sabe o que é mais fantástico nisso, mesmo os tropeços que tivemos podem ser revertidos em aprendizado e positivismo para nós mesmos. Então pense diferente neste fim de ano, em vez de se achar a vitima, aprenda com o que aconteceu e veja o que você aprendeu.

O mais engraçado amigos, é que mesmo que as coisas não pareçam positivas, você pode se ajudar a melhorar para este novo ciclo que se inicia, e talvez visualizar as coisas por uma visão totalmente nova.

Iniciar um novo ciclo pode ser sua chance de melhorar seus relacionamentos e convívio. Pense em como foi esse ano, e em como você pode agregar mais valor em sua vida, isso vai lhe ajudar a se sentir melhor, tenha como meta se sentir melhor. Lembre-se, nós sempre conseguimos aquilo que procuramos, e se procuramos o negativo, só vamos conseguir o negativo.

Coloque mais humor na sua vida, deixe a carranca para trás em 2008, e começe a acreditar em um 2009 muito mais feliz.

Em vez de brigar para estar sempre certo, neste novo ano, pondere mais, avalie as situações, e se preciso, “engula alguns sapos”. Se seguir por este caminho, vai estar sempre batendo de frente com alguém. Se fez isso em 2008, é só se lembrar de como foi, e você irá ver, só serviu para machucar os envolvidos. Deixe de lado a mentalidade “algum dia eu vou mostrar pra eles!!”. Você não precisa defender posições e construir muros o tempo todo.

Tente viver sem criar barreiras, tente fazer um 2009 com mais prazer, mas alegria e mais positivismo.

Lembre-se de 2008, e veja tudo aquilo que não foi útil pra você. Aquilo que não foi útil provavelmente lhe causou sofrimento e a perda de tempo em sua vida. E então deixe aquilo que não foi útil para trás, e pense em não repetir esses mesmos caminhos denovo.

Tente em 2009, levar as coisas menos a sério, tentando ser assim você diminui seu stress e se sente melhor. Deixe de ser tão série, sorria um pouco, se ajude a ter uma vida mais leve. Tente se cobrar menos, se você se cobra demais, e você conseguirá curtir seus momentos.

Faça aquele exercício de se imaginar daqui a 5 anos, trace metas, pontos a alcançar, tenha um objeto para 2009 e não transforme este em só mais um ano em sua vida. Tendo objetivos você não irá perder semanas, meses ou mesmo sua vida. Você tem o controle da sua vida, então faça-a se mover.

Confie em seus instintos para fazer a coisa certa, deixe de se levar pela massa e pense por você quais são as coisas certas a fazer. E sempre tenha em mente, tudo que fizer irá voltar a você de alguma maneira, então fazer o certo é a melhor maneira de termos retornos positivos sobre nós.

Neste novo ano, pare de se sabotar, se sua meta é emagrecer, por exemplo, siga uma dieta, mas não se sabote a todo o momento, como eu disse, não leve tudo a sério demais, mas também não relaxe demais.

Aproveite o último dia do ano, e pense em tudo que conseguiu, onde chegou até agora, e sinta orgulho de si mesmo por aquilo que já construiu. E pense naquilo que ainda pode construir ainda levando o positivismo para a sua vida.

E pare de arrumar desculpas para melhorar e mudar, pare de culpar aos outros aquilo que você mesmo não consegue fazer, e você irá descobrir que as coisas não são tão terríveis assim.

Bom amigos, aproveitem e se reavaliem e vamos começar um 2009 com muito mais amor, positivos e alegria em nossas vidas, que acham de tentarmos esse desafio para 2009?

15
dez
08

E então!

Por esses dias estava eu pensando e analisando como as pessoas tem jogado sua vida fora, não feito nada para mudar a si mesmo, o mundo, as coisas que o cercam que podem estar erradas. E conversando em casa, com minha esposa, estavamos falando sobre como nos preocupamos demais com coisas que não podemos controlar, mas vemos acontecer, e de alguma maneira isso nos afeta e chateia.

Conversando chegamos a conclusão que às vezes nos preocupamos demais, com coisas que podem nem acontecer, com as coisas que acontecem a nossa volta, com as pessoas que gostamos, e até daquelas que não gostamos. Estamos sempre preocupados com a família, amigos, negócios, dinheiro, economia, mas o que estamos ganhando acumulando tantas preocupações? Cheguei a conclusão que só dor de cabeça, só mais stress, mais fuga de energia.

Comecei a ponderar em questões como “E se eu perde o emprego?”, e em vez de ficar gerando dor de cabeça pensando em como seria, pensei “E então! Se eu perder o emprego, vou ter que procurar outro, quem sabe não aparece um melhor”, “E se este mês não conseguir pagar a parcela do apartamento? E então, vou ter que correr atrás do prejuízo.”. O ponto ai é, em vez de eu ficar pensando no que pode ou não acontecer, que tal me preocupar quando acontecer e se acontecer. E tenho certeza que ainda posso sair fortalecido de uma situação dessas.

Então essa semana, com essas ponderações na cabeça, essa semana aconteceu aqui na empresa um evento sobre ser positivo, ter o pensamento positivo. Fato que me ajudou a ponderar mais ainda, sempre fui uma pessoa negativa por natureza, mas isso vem mudando, porque eu descobri o poder de pensar positivo, sempre pensei assim analisando meu passado, mas nunca admiti a mim mesmo, preferia ser “crítico” e o que ganhei com isso… nada.

Pensando positivo vamos pra frente, é fato, e gostaria de compartilhar um pouco da minha vida para exemplificar um pouco disso. Nos meus 17 anos, hoje estou com 31 anos, passei num vestibular, numa faculdade longe de casa, e sou de origem humilde, meu pai não tinha como me bancar, e ele deixou claro isso, mas isso não me derrubou não, pelo contrário, eu lutei pra conseguir bancar república, faculdade, alimentação e meus pais sempre me ajudaram no que foi possível, e saldo da história, me formei, entrei para o mercado de trabalho. E se eu não tivesse pensado positivo, tido coragem, não teria conseguido, é fato.

Eu simplesmente encarei e lutei, eu acreditei que podia, e se tivesse ficado pensando, “e se não tivesse dado certo?”, então eu teria voltado para a casa de meus pais e tentado denovo. Mas se tivesse deixado esses pensamentos me influenciar não teria chegado onde cheguei.

E depois então, veio a oportunidade de trabalhar aqui em São Paulo, confesso que o medo de vir para cá era grande, mas novamente veio o “E então!O que eu tenho a perder?”, nada, só ganhei com essa experiência, não só no campo profissional, poder serguir uma carreira em uma boa empresa, mas também os amigos, e conquistas que tive aqui em São Paulo, mais uma vez, coragem de encarar novos desafios.

Mesmo quando conheci minha esposa. Sim, foi pela Internet, ela morava no Rio Grande do Sul, e eu aqui em São Paulo, e mesmo assim encarei o desafio de conhece-la e hoje estou casado com a mulher da minha vida.

Ano passado, descobri um problema no fígado, devido a maus hábitos de vida, e tinha duas opções na minha frente, deixar como está e perder o fígado, ou correr atrás do prejuízo. E então! eu escolhi mudar meus hábitos, me alimentar de maneira correta, praticar exercícios. Encarei o novo desafio com força de vontade, com o pensamento positivo de que eu ia melhorar e voltar ao normal. E voltei, e consegui.

E eu lhe digo, qual é o meu segredo? Primeiramente acho eu, muito trabalho duro, garra e um pouco de coragem para encarar o novo. E aprendi um pouco mais ainda, em todos os sucessos, havia o pensamento positivo, sempre que não houve o positivismo, houve um tropeço.

Sempre meio que me escondi numa mascara de pessimismo e negativismo, sendo uma pessoa ranzinza e às vezes muito crítica, talvez por vergonha de ser um pessoa positiva, e mesmo no fundo sendo uma pessoa positiva. Mas o que eu ganhei com isso? aborrecimento, e dor de cabeça, perdi algumas amizades. Por isso decidi depois de avaliar, e muito as coisas, ser uma pessoa positiva. Claro, ainda tenho muito o que aprender para ser uma pessoa positiva.

“E Então” o que eu aprendi já?

  • Não existe caminho fácil, e se existir desconfie, prefira o caminho longo.
  • Perceba que não tem tempo de olhar para tras pois você está vivendo o hoje e construindo seu amanhã.
  • Seja positivo e bem-humorado com as pessoas a sua volta, isso irá retornar a você.
  • Toda manhã quando acordar, decida que seu copo sempre vai estar “meio-cheio”.

Eu espero mesmo poder ser melhor a cada dia, e ajudar aos meus amigos a serem também. Nunca é tarde para você começar a trilhar um caminho novo e de sucesso. Tente, você não irá se arrepender.

08
dez
08

Perdendo Tempo, Foco e a Vida…

“Se você ama a vida, não perca tempo, pois é de tempo que ela é feita.” Bruce Lee

Desde que comecei a escrever por aqui, e a procurar assuntos, e também conforme a gente vai envelhecendo, fui percebendo como o tempo e o foco da gente é limitado, e acaba se tornando cruel para nós mesmos, já que perdemos o foco e o tempo daquilo que é importante, para perder tempo com futilidades.

Nosso foco e energia de cada dia é limitado, e se usamos em coisas que não eram para ser o ponto de atenção vamos deixar de fazer coisas importantes e positivas que deveriamos estar fazendo. Você pode não perceber, mas fazer algumas das coisas que vou citar realmente suga muita energia de você e coloca seu foco em lugares em que nada de ajuda vai te trazer.

Eu também não estou dizendo que devemos ser perfeitos, todos erramos as vezes, e fazemos coisas que tiram nosso foco, mas acredito que podemos melhorar e reduzir muito dessa perda se conseguirmos realmente manter nossa atenção naquilo que se faz necessário para nós.

Tente mudar seus hábitos em relação ao seu foco e tempo. Não saia por ai perdendo seu tempo só porque você acha que é “normal”, já que outros o fazer. Ou porque você está acostumado a fazer, tente sair desta “espiral negativa”.

Então, vou tentar mostrar alguns dos pontos em que acabamos perdendo tempo e foco em nossa vida.

1. Criar drama.

Você dramatiza as coisas que acontecem com você? ou a sua volta? você está sempre cercado por conflitos? Existem pessoas que te incomodam ou chateiam?

Você pode estar querendo ser o centro das atenção, e com isso, estar criando enormes dramas e conflitos com isso, simplesmente pelo seu jeito de pensar e se comportar. E todo esse comportamento pode ser evitado. E como? simples, deixe de levar tudo tão a sério. Ou tente ao menos entender sua escolha por respostas emocionais e começe a deixar algumas coisas pra lá, ou seja “engula alguns sapos”, em vez de arrumar brigas e conflitos por tudo.

2. Fuga de energias.

Se você não tem energia suficiente então você não têm energia para fazer o que precisa. Ou manter a atenção nas coisas certas.

Talvez você escolha o caminho mais fácil exatamente por isso, está sempre cansado. O melhor jeito que eu conheço para combater isso é mudar hábitos velhos, começe a  comer de maneira correta, dormir melhor e principalmente praticar exercícios algumas vezes na semana, sair do sedentarismo. Manter o foco nos lugares corretos também ajuda a menter a energia alta.

Parece que eu sempre fico batendo a mesma tecla não, mas é fato, funciona.

3. Ser crítico e fofoqueiro.

Ser crítico e fofoqueiro pode até fazer com que você se sinta melhor. Ou não precisa ser as duas coisas, basta uma delas, e nem que seja por diversão. Mas pare um segundo e se pergunte, o que isto custa a você?

Ser uma pessoa excessivamente crítica faz com que você as pessoas se afastem de você, pois acaba gerando uma imagem que você sempre precisará depreciar os outros para se sentir bem. É um ótimo meio de se acabar com a sua auto-estima. E ser assim vai consumir boa parte de suas energias durante o dia, vai por mim, eu era assim, e só estou conseguindo acabar com isso agora, que estou cada vez sendo menos crítico com as coisas.

Quanto a ser fofoqueiro, essa é simples, se você está se ocupando em saber o que acontece com os outros, esta focando sua energia para outra coisa e não para o que é importante para você, sem contar que você também gera que as pessoas se afastem de você. Você perde muita energia se preocupando com o que os outros fazem e esquece do que você tem que fazer, temos de policiar isso também.

4. Se preocupar demais com o que pensam a seu respeito.

Por experiência própria, este é um enorme ladrão de tempo. Você pode perder anos em sua própria mente, incapaz de tomar ações e fazer o que deve ser feito.

O mundo não gira a sua volta. As pessoas tem suas próprias vidas e desafios para se preocuparem. Então não perca muito tempo pensando e se preocupando com o que as pessoas vão dizer ou pensar se você tentar fazer algo. Simplesmente, vá lá e faça. E você ainda poderá se surpreender com as respostas positivas que tiver ou aprender a lidar com as críticas que surgirem.

5. Mantenha discussões estúpidas na sua mente.

Outro fantástico meio de jogarmos energia fora, já parou para pensar quanto tempo você perde pensando:

“Será que eu devo fazer? O que vai acontecer se eu fizer? Será que vai dar certo?”.

Perdemos muito tempo pensando assim porque nos preocupamos com o que os outros pensam da gente. E quando errarmos, basta ter em mente que devemos analisar o erro e aprender com ele.

Umas das minhas máximas favoritas para evitar esse tipo de fuga de energia é “Cabeça Vazia, Oficina do Diabo!”. E é fato, se estamos com a mente ociosa, começamos a criar essas discussões imaginárias, mas se estamos focado em fazer algo, não temos tempo de ficar imaginando asneiras.

Conseguir evitar estes cinco pontos que eu descrevi acima certamente ajuda a manter o foco e energia naquilo que devemos fazer, e ajuda principalmente a você sair de uma espiral de negativismo que você possa estar.

E se você começar a tomar consciência das coisas que acontecem a sua volta e com você, quando chegar a pontos como esse você será capaz de dizer a si mesmo “não, não, pare, eu não irei começar esse caminho denovo…”. Pensar assim ajuda e muito a você mudar comportamentos que não lhe ajudam em nada.

E sério, por experiência própria, muito disso suga suas energias e faz você perder tempo, e quando você começa a pensar, vai ver o quanto estava perdendo de sua vida.

Com certeza também não existem só esses meios de se perder foco e energia na vida, você conhece algum, divida-os conosco?

01
dez
08

Criando Coragem…

“Começe, seja corajoso e se aventure para ser sábio.” Horácio

Se você é tímido, hesitante, ou passivo, está correndo o sério risco de estar vivendo uma vida marcada pela rotina e objetivos não alcançados. Muito do progresso na vida é alcançado por pessoas que tem coragem e criam oportunidades, em vez de esperar por elas. Se você quer ser corajoso e avançar com sua vida, tente ouvir um pouco do que tenho para falar e comece a tentar tomar as rédeas de sua vida.

1. Acredite que você pode.

Tente imaginar como pessoas corajosas agem? Se você não conhece alguma pessoa que seja corajosa como você gostaria de ser, pense em algum personagem de livro ou filme que tenha as características que você procura. Procure parar e pensar um pouco durante o seu dia, como essa pessoa agiria em seu lugar, o que ela faria?

Quando você começa a fazer isso, você desperta uma visão diferente em sua pessoa, você começa a enxergar as coisas por outro prisma, e começa a perceber que coisas incríveis começam a acontecer quando você age com coragem, e você começa também a perceber que você pode ser assim todos os dias, você pode fazer com que as coisas aconteçam a sua volta.

2. Faça acontecer.

Mesmo que você esteja hesitante – especialmente se tiver que interagir com outros – engula seu orgulho e começe. Chame seus companheiros de trabalho para um café. Tente chamar aquela pessoa que você está “afim” para sair. Ou simplesmete chegue para aquela pessoa que você brigou ou fui rude e peça desculpas. Na pior dar hipóteses as pessoas dirão não a você, mas você teve a coragem de fazer, irá se sentir bem com você mesmo.

3. Faça coisas diferentes.

O que você poderia fazer que surpreenderia a todos que conhece? Usar sapato alto (se for mulher claro)? saltar de pará-quedas? Fazer aula de dança? Pessoas corajosas não tem medo de experimentar o novo, e você pode descobrir prazer em experimentar coisas diferentes, eu por exemplo, comecei a correr e me apaixonei por isso.

Você pode começar pequeno, como mudar um pouco o estilo de roupa ou cores que usa, ou mesmo visitar lugares que normalmente você não vai. Você pode descobrir coisas fantásticas e novas, experimentando o novo, claro que também não é para fazer aquilo que não gosta, é para inovar apenas.

4. Pergunte por aquilo que quer.

Em vez de esperar ser reconhecido por seus esforços, ou que alguém leve em consideração suas necessidades, chegue até a pessoa e pergunte.

Algumas pessoas sentem que perguntar é algo ganancioso, egoísta, e até mesmo rude – e sinceramente é, se você estiver pedindo por algo que você não merece. Mas se alguém está perguntando por algo que ele lutou, que é seu por direito, que é algo que mereça, não há nada de rude ou egoísta nisso.

Além do mais, o que de pior pode acontecer se você perguntar? Alguém dizer não. Amigo, a vida contínua, aprenda com o não e leve as coisas adiante.

  • Pergunte por aquela promoção ou aumento que você está esperando (e trabalhando pra conseguir).
  • Peça pelo desconto. Não tenha vergonha, você só tem a ganhar.
  • Peça ajuda quando for preciso.
  • Peça por esclarecimentos quando você não sabe o que esperam do você.

5. Assuma riscos.

Existem uma diferença entre ser imprudente e aceitar riscos. Pessoas imprudentes não aceitam riscos… eles simplesmente nem pensam nisso. Já uma pessoa corajosa se preocupa com o riscos, e quando decide seguir adiante com uma decisão, ele já pesou as consequencias e está disposto a arcar com elas se algo der errado.

Pense em um atleta que assume riscos todos os dias. Ele está sendo imprudente? Não. É um risco calculado. Você pode cometer erros; todos cometemos erros, é fato. Mas a falta de ação pode ser uma falha, uma das que leva ao vazio e a arrependimento. Para muitas pessoa, assumir riscos e cair por causa deles é mais reconfortante do que não fazer nada.

Entretanto, não confunda ser corajoso com ser agressivo. Agressividade envolve você impor suas ações e pontos de vista aos outros. Ser corajoso não tem nada a ver com as pessoas a sua volta; e sim com você mesmo, em superar seus medos e tomar ações.

Lembre-se que quando se tenta algo novo, existe sempre uma grande chance de falha por causa da falta de experiência. Aceite a falha, ela não é oposto do sucesso, é um componente necessário. O oposto do sucesso é não fazer nada.

6. Redescubra você mesmo.

Ter coragem e enfrentar problemas tem tudo a ver com o que você acredita. Não é nada sobre o que você faz, e sim sobre quem você é. Se você não sabe quem você é, você nunca poderá ser verdadeiramente corajoso.

Comece realmente apreciando seu atributos únicos. Descubra aquilo que o faz diferente e então deixe que todo mundo saiba. Chame a atenção para isso e acima de tudo, ame a si mesmo não importando o que os outros pensem. Este é o coração do corajoso.

26
nov
08

“Nem tanto ao céu, nem tanto ao inferno…”

Pois é. Fiquei me perguntando sobre o que falar nesta semana.

Eu havia falado sobre pensarmos em nós mesmos, para podermos ajudar ao redor. Mas se pensamos somente em nós mesmos, ficamos cegos e não enxergamos o entorno. Caímos no egoísmo, olhar somente para nosso próprio umbigo, ou no popular, o próprio rabo.

O Sérgio disse algo importante nesse sentido: quando achamos que só nós estamos certos. E o André mencionou outro ponto: querermos que os outros aceitem/engulam/ façam como nós queremos/dizemos.

Como leonina, sou difícil de lidar e estou aprendendo ainda a trabalhar isto. Costumo querer que seja do meu jeito e, se não é, fico possessa, chateada, irritada e mais outros “adas” que não fazem bem pra mim, muito menos pros outros em quem estouro e desconto.

A proposta do Sérgio é uma das mais acertadas que já vivenciei: sempre que for agir/falar, pergunte-se QUAL O OBJETIVO disso. E analise a resposta. Mas seja sincero consigo mesmo, não se esconda em desculpas ou deturpe a real. Você vai ver que ao analisar a resposta, evitará tomar atitudes com as quais criará problemas pra você e pros outros. E se já foi, ou seja, já fez e viu que desandou… Pergunte-se “qual minha parcela nisso tudo?”

A palavra é BOM SENSO. Como faz falta, nao?

Infelizmente, existem pessoas que não conseguem lidar com seus próprios erros e numa fuga desesperada, olham ao redor procurando culpados. E é incrível, eles sempre encontram! Os outros sempre são culpados, o trem atrasou, aquele telefonema que desconcentrou, a reunião que demorou… Todos estamos sujeitos a fatores externos. Mas se tentarmos garantir que o que nos cabe, nos diz respeito, é de nossa responsabilidade esteja “em cima”, de acordo, poderemos minimizar o efeito disso tudo.

Novamente, ninguém é perfeito e isso não é nada fácil.

Aliás, que egoísmo nosso se ficássemos aqui falando como se fôssemos os donos da verdade. Como diz o André, a idéia aqui é provocar reflexão. Concorde, não concorde, ignore… Não importa. 🙂

Já vai valer se você ponderar sobre o assunto.

Então, voltando ao bom senso. Ficar olhando detalhes feito um esquilo procurando nozes o tempo todo, faz você ficar com os olhos voltados pro que é pequeno e esquece o entorno.

Já que falei de esquilo, uma amiga xamã me dizia sempre que um modo que pode funcionar é lembrar-se também da águia. A Águia voa alto, olha tudo, ela tem uma visão do todo.

Ou seja… Não podemos ficar só num lado da moeda, num único ponto de vista. Uma maçã é uma maçã, mas se quatro pessoas sentarem ao redor dela e desenharem o que vêem, terão uma vista diferente de ummesmo objeto.

Então, bom senso. Ser um esquilo, quando necessitamos de olhar algo mais de perto… Mas lembrar-se de olhar o todo, como a águia.

Agora, pra por isso em prática… “Mermão”, vou ter que dizer, é phods

Mas qual é a graça se for tudo mais fácil, não é mesmo?

E vamo que vamo!

26
nov
08

Você sabe lidar com Críticas?

“Criticar é uma forma indireta de se vangloriar.” Emmet Fox

“Antes de sair criticando a geração mais jovem, se lembre de quem a educou.” Desconhecido

Críticar pode se tornar algo doloroso. Mas quando é válido se torna uma importante fonte de aprendizado sobre você mesmo e sua vida.

Muitas das frases e dicas que vou usar para ilustrar este artigo podem ser usadas para entender um pouco mais sobre críticas e como lidar com elas. Mas também podem ser usadas para percebermos porque críticamos e espero que nos fazer pensar em como isso pode ou não ferir as pessoas a nossa volta.

1. Entenda atráves da experiência.

“Não critique o que você não entende, filho. Você nunca caminhou com sapatos daquele homem.” Elvis Presley

“Qualquer tolo pode criticar, condenar e reclamar e a maioria dos tolos o faz.”
Benjamin Franklin

É fácil cair na armadilha de criticar as coisas porque você pensa e acha que elas estão erradas. Mas você realmente sabe o que está criticando?

A partir de minha própria experiência, tenho criticado menos a partir do momento que parei para entender, para ter conhecimento do assunto e só então criticar, se for para ser construtivo claro.

É fácil ser um critico geral, se na sua percepção você está sempre certo. Faz com que você se sinta bem, que está defendendo sua opinião e seus direitos. Mas já parou para pensar que você não está sempre certo? Ao seu ponto de vista talvez, mas na maioria das vezes, se analisarmos o contexto geral, não estamos com a razão total, ou nem razão temos.

2. Lembre-se de quem são os créditos.

“Não é a crítica que conta; nem o homem que aponta como o forte erra, ou como ele poderia ter feito melhor. Os créditos pertencem a homem que está na arena, cuja face está arruinada por poeira, suor e sangue, que se esforça valentemente; que erra e tenta novamente; porque não há esforço sem erro e falhas; mas aquele que se esforça para cumprir suas obrigações; que faz com grande entusiasmo, com grande devoção, que se entrega a uma causa, que sabe melhor que ninguém o triumfo de realizar e no pior, se ele falhar, ao menos falhou tentando. Este lugar nunca pertencerá a aqueles cuja a tímida alma não conhece o que é vitória ou derrota.” Theodore Roosevelt

Pensamento interessante o de Roosevelt e algo que eu acho na minha humilde opinião que devemos ter em sempre em mente. É fácil criticarmos que poderiamos ter feito algo melhor, ou dizer que algo não presta, mas nós mesmos tentamos fazer melhor mesmo? e se tentamos, será que conseguimos fazer melhor mesmo?

Eu acredito que assistir as coisas acontecerem e não fazer as coisas acontecerem não é a melhor opção de vida. Cada vez que você está olhando algo acontecer, é porque provalmente você não está fazendo algo pra ajudar que poderia estar fazendo. Tal comportamente, ao menos a mim, não me faz sentir bem comigo mesmo e com minha vida.

3. Mantenha foco naquilo que é útil para você.

“O artista não tem tempo de ouvir os críticos. Aqueles que querem ser escritores leêm as críticas, mas aquele que quer escrever não tem tempo para ler as críticas.” William Faulkner

Se Você está fazendo algo, falhando, aprendendo e repetindo tudo para melhorar, você está realmente fazendo algo que vale a pena.

E vai lhe ajudar muito se você manter seu foco no que realmente importa. Se você olhar para os lados, provalvemente verá pessoas vaiando ou animando você. Mas você só conseguirá atingir os resultados esperados se sua atenção estiver voltada para o que você está fazendo, e não para o que estão dizendo de você.

O fato é que você pode até ouvir os pensamentos positivos das pessoas que te apoiam, mas você também terá de ouvir os negativos também.

E como lidar com este problema? Você pode ouvir a todos, mas não precisa levar ao pé da letra tudo que disserem. Não se procure nas opiniões alheias. Entretanto, veja se você está seguindo por um caminho positivo valendo-se das opiniões dos outros. E deixe as pessoas saberem quem você é, e não o que elas pensam quem você é.

É realmente bacana ser elogiado, faz você se sentir bem e com mais gás para realizar algo, mas temos que ter em mente, que nem sempre serão elogios que vamos ouvir – existe a crítica negativa, e minha dica, por mais difícil que pareça, é analisar a crítica, sem explodir em raiva, mas emoções negativas bloqueiam os pensamentos, e depois com calma avaliar, aprender com a crítica e melhorar, ou se não for válida, descartar.

Meu conselho é para você não se preocupar muito com as opiniões alheias. Eu já fui assim, tudo eu precisava saber o que as pessoas pensavam, e isso só me fez mal, é mail fácil levar o dia-a-dia, se você faz as suas tarefas se não estiver esquentando a cabeça com o que estão dizendo.

4. Não aceite o presente.

“Um homem interrompeu a leitura de Buda com uma enxurrada de abusos. O Buda esperou até que o homem termina-se e então lhe perguntou, “Se um homem oferece um presente a outro, mas o presente é recusado, a quem pertence então o presente?”

“A aquele que ofereceu,” disse o homem.

“Então,” disse o Buda, “Eu me recuso a aceitar seus abusos e peço que fique com eles para você.”

Simplesmente não aceite o presente de um crítico. Você não precisa. E então ele ainda vai pertencer a pessoa que lhe ofereceu.

Mas é claro que é fácil dizer isso, mas fazer isso não é tão simples.

O conselho do Buda é realmente incrível, você pode escolher não aceitar o “presente”, mas isso pode não funcionar sempre, pois se estiver emocionalmente vulnerável, uma crítica pode vir a derrubar o emocional de vez, mas mesmo assim, tente manter isso em mente.

Esta dica para mim é muito importante. Principalmente quando você está tentando aprender a lidar com críticas, às vezes uma crítica negativa pode ajudar a crescer, mas às vezes só server para destruir, tente não aceitar essas.

5. De quem você fala?

“Quando você julga ou crítica outra pessoa, não está dizendo nada a respeito da pessoa; e sim sobre algo que precisamos de crítica em nós mesmos.” Desconhecido

Quando você crítica alguém o que isso diz sobre você? E quando alguém está criticando você o que está realmente sendo revelado?

Se alguém lhe faz um ataque pessoal ou simplesmente usa palavras destrutivas contra você tente se lembrar que as críticas não são sobre você. Criticar pode ser um meio de quem crítica tem para estravazar sua raiva, frustação ou inveja. Ou mesmo uma maneira que essa pessoa tem de reforçar seu ponto de vista ou aquilo que ela acredita ser certo. Ou mesmo essa pessoa possua o hábito de envolver os outros emocionalmente em uma espiral de negativismo para ter atenção. Ou seja, é sempre sobre ela mesmo. E não sobre algo que você tenha feito.

Se lembrar disso, que o ataque não foi a você, pode ajudar a acalmar animos, e também ajuda a lembrar que a outra pessoa também é humana e teve um péssimo dia ou semana.

Quando sentir vontade de críticar, pergunte a si mesmo porque. Toda vez que você estiver criticando algo lembre-se que você estará atacando a si mesmo também e reforçando seu estado de mente atual e comportamento.

6. Sempre há uma escolha melhor.

Então, o que podemos fazer em vez de críticar para que alguém melhore? Eu acredito que a melhor maneira seja estimular a melhora na pessoa, focando-se naquilo que ela faz melhor, em vez de sair jogando os esforços da pessoa no ralo.

Você já deve ter percebido em sua própria vida, que se dedicar a fazer suas coisas é motivador, traz entusiasmo e produtividade, a energia escapa quando nossa atenção se perde em alguma outra coisa, ou seja, as críticas podem tirar nossas energias de algo que estamos fazendo, então, às vezes temos de ignorar para que continuemos com foco naquilo que queremos alcançar.

7. Aceite que sempre haverão críticas.

“Críticas é algo que você pode evitar facilmente não dizendo nada, fazendo nada, e sendo nada” – Aristóteles

O ato de criticar é uma forma de auto-expressão ou é baseada na falta de entendimento de algo, então há pouco que você possa fazer para escapar de ser criticado. Você pode claro minimizar suas interações com pessoas altamente negativas e com hábito de criticar tudo e a todos. E simplesmente mantenha o foco no que está fazendo em vez de se atentar as críticas.

Mas não importa o que você esteja fazendo, sempre haverá alguém para criticar, alguém que não vai entender, vai achar que o ponto de vista dele é o certo. E você vai ter que aprender que isso é normal, viva com isso, aprenda a aceitar que haverão críticas e aprenda a viver com elas. É normal.




Categorias

Calendário

fevereiro 2018
S T Q Q S S D
« jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  

Status do Blog

  • 6,214 hits
Anúncios